Você já ouvir falar em ataque isquêmico transitório (AIT)

Um ataque isquêmico transitório (AIT) consiste numa alteração da função cerebral que, normalmente, dura menos de uma hora e é causada por um bloqueio temporário do fornecimento de sangue ao cérebro.

No AIT, o que ocorre é uma obstrução ou entupimento momentâneo, transitório, de algum vaso que irriga o cérebro. O vaso (artéria) leva o sangue, oxigênio e glicose para sua correspondente região cerebral.

Os AIT podem constituir um sinal de alerta de um acidente vascular cerebral isquêmico iminente. As pessoas que sofreram um AIT têm muito mais probabilidade de sofrer um acidente vascular cerebral do que as que não sofreram um AIT. O risco de acidente vascular cerebral é maior durante as primeiras 24 a 48 horas após um AIT. Reconhecer um AIT e identificar e tratar a sua causa ajuda a prevenir um acidente vascular cerebral.

Causas
A maior parte dos AIT ocorre quando um fragmento de um coágulo de sangue (trombo) ou de material gorduroso (ateroma ou placa), devido à aterosclerose, se solta do coração ou da parede de uma artéria, entra no fluxo sanguíneo (convertendo-se num êmbolo) e se aloja numa das artérias que irrigam o cérebro.

Se as artérias para o cérebro já estiverem estreitadas (como em pessoas com aterosclerose), outros quadros clínicos ocasionalmente causam AITs. Esses quadros clínicos incluem um nível muito baixo de oxigênio no sangue (como pode resultar de uma doença pulmonar), uma deficiência grave de glóbulos vermelhos (anemia), envenenamento por monóxido de carbono, sangue espesso (como na policitemia) ou pressão arterial muito baixa (hipotensão).

Os principais sintomas de um AIT são:
— Alteração súbita da fala, com dificuldade para completar as palavras ou frases, ou começar a ter a fala enrolada;
— Alteração súbita da força num membro (braço ou perna) ou em um lado do corpo (braço e perna do mesmo lado), ou nas pernas, com fraqueza e diferença de força em relação ao lado normal;
— Alteração súbita da sensibilidade em um lado do corpo;
— Desvio da boca para um dos lados (a boca começa a “entortar”), de início súbito;
— Alteração súbita e intensa do equilíbrio, com dificuldade de andar, náuseas e vômitos junto ao sintoma do andar;
— Alteração visual de início súbito – pode ser uma visão embaçada, tremida, visão dupla, visão ardendo de repente, perda ou embaçamento de um dos lados da visão;
— Alteração súbita da audição, junto com náuseas, perda do equilíbrio e dificuldade de andar;
— Sonolência de início súbito, com parada da fala;
— Convulsões e sonolência excessiva vindo juntas e de forma súbita;
— Dor de cabeça de início súbito e muito, muito forte.

Fatores de risco para AIT
— Idade (mais frequente quanto maior a idade);
— Genética (história familiar de muitos casos de Acidente Vascular Cerebral – AVC ou doença cardíaca);
— Tabagismo e sedentarismo;
— Doenças como o Diabetes, aumento de colesterol ou triglicérides (dislipidemia), ter doenças cardíacas, arritmia cardíaca ou história de um infarto prévio.

Como identificar um AIT
Não negligencie sintomas que parecem sem gravidade, como dificuldades de movimentar os membros de um dos lados do corpo, visão embaçada, dificuldades de fala, vertigens, formigamentos nas extremidades do corpo. Caso perceba um desses sintomas, ligue imediatamente para a emergência.

Marque sua consulta