Encefalite: sintomas, tratamentos e causas

A encefalite é uma inflamação e infecção do cérebro desencadeada geralmente por um vírus e que pode ser fatal. O número de mortes causadas por encefalite tem caído ao longo dos anos.

Acomete pessoas de qualquer faixa etária, mas tem predileção pelos extremos de idade (crianças e idosos).

Existem dois tipos principais de encefalite:

Encefalite primária, que ocorre quando um vírus ou outro agente infeccioso afeta diretamente o cérebro
Encefalite secundária, que muitas vezes ocorre de duas a três semanas após a infecção inicial
Causas
As causas exatas da encefalite ainda não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que a grande maioria dos casos da doença acontece por meio de infecção viral. No entanto, também há casos de infecções por bactérias, parasitas, fungos e condições inflamatórias não infecciosas que também podem estar por trás de encefalite.

Sintomas
Os sinais e sintomas vão depender da causa. Nas virais, os pacientes podem apresentar febre, mal estar, dor de cabeça intensa, convulsões e sinais focais (como boca torta, diminuição da força em um lado do corpo, dificuldade de falar).

A característica clínica mais importante é o rebaixamento do nível de consciência. Pode começar com confusão mental e evoluir para sonolência excessiva e estado comatoso. A evolução tende a ser rápida. Em alguns casos, a doença leva ao coma em poucas horas.

Em alguns casos, aparecem outros sintomas como:
Desmaio;
Confusão e agitação;
Convulsões;
Paralisia ou fraqueza muscular;
Perda de memória;
Rigidez do pescoço e costas;
Extrema sensibilidade à luz.
Tratamento
O tratamento é de suporte na maioria dos casos. Ou seja, manter pressão arterial estável, boa oxigenação dos tecidos, manutenção de níveis adequados dos eletrólitos (sódio e potássio, por exemplo).

O principal objetivo do tratamento consiste em ajudar o organismo a combater a infecção e aliviar os sintomas. Por isso, repouso, alimentação e ingestão de líquidos é essencial para curar a doença.

Marque sua consulta