Doenças renais: conheça os 5 tipos mais comuns

No Brasil, um em cada dez brasileiros sofre de doenças renais. As Doenças Renais Crônicas (DRC) são um termo geral para alterações heterogêneas que afetam tanto a estrutura quanto a função renal, com múltiplas causas e múltiplos fatores de risco. Trata-se de uma doença de curso prolongado, que pode parecer benigno, mas que muitas vezes torna-se grave e que na maior parte do tempo tem evolução assintomática.

Na maior parte do tempo, a evolução da doença renal crônica é assintomática, fazendo com que o diagnóstico seja feito tardiamente. Nesses casos, o principal tratamento imediato é o procedimento de hemodiálise.

Os principais fatores de risco para as doenças renais crônicas são:

  • Pessoas com diabetes (quer seja do tipo 1 ou do tipo 2).
  • Pessoa hipertensa, definida como valores de pressão arterial acima de 140/90 mmHg em duas medidas com um intervalo de 1 a 2 semanas.
  • Portadores de obesidade (IMC > 30 Kg/m²).
  • Histórico de doença do aparelho circulatório (doença coronariana, acidente vascular cerebral, doença vascular periférica, insuficiência cardíaca).
  • Histórico de Doença Renal Crônica na família.
  • Uso de agentes nefrotóxicos, principalmente medicações que necessitam de ajustes em pacientes com alteração da função renal.

Os tipos mais comuns de doenças renais
1. Cálculos renais (pedra nos rins)
As pedras nos rins são formadas principalmente pela pouca ingestão de líquido (caracterizada pela urina escura), consumo elevado de sal e proteínas, entre outros problemas.

Quando as pedras se movimentam e descem pelo canal da uretra, causam muita dor, devido à obstrução do fluxo urinário e dilatação do rim. Podem ser complicadas por infecção urinária e chegam a causar risco de vida.

2. Infecção renal ou pielonefrite
É causada, geralmente, por uma bactéria na bexiga, a cistite, que acaba por subir até o rim, causando febre e dor do lado comprometido. O tratamento deve ser com antibiótico e muitas vezes requer internação hospitalar.

3. Cistos renais
São “bolhas” que se formam no meio do rim. Muito comuns após os 40 anos de idade, os cistos são diagnosticados por exames de rotina e usualmente não causam problemas ou sintomas nem requerem tratamento, podendo ser apenas acompanhados.

4.Tumor ou câncer de rin
Raro, o tumor ocorre devido à alta frequência dos cistos renais. É muito comum ter que solicitar exames diagnósticos de imagem para a correta exclusão dessa possibilidade. Os tumores são lesões sólidas diferentes dos cistos que contêm líquido no seu interior. Muitas vezes são malignos, mas, se tratados no início, há muita chance de cura.

5.Perda da função renal (insuficiência renal)
A insuficiência renal ocorre quando o rim perde a capacidade de filtrar resíduos, sais e líquidos do sangue. Doenças como diabetes e hipertensão arterial não bem controlados podem levar à deterioração renal progressiva e eventualmente necessidade de hemodiálise e/ou transplante para seu tratamento.

Principais sintomas de doenças renais:
– Pressão alta;
– Inchaço ao redor dos olhos e nas pernas;
– Fraqueza constante;
– Náuseas e vômitos frequentes;
– Dificuldade de urinar;
– Queimação ou dor quando urina;
– Urinar muitas vezes, principalmente à noite;
– Urina com aspecto sanguinolento;
– Urina com muita espuma;
– Dor lombar, que não piora com movimentos;
– História de pedras nos rins.

Gostou dessa matéria? Então confira outras matérias que separamos para você.

Embolia pulmonar: você sabe o que é?
Você sabe o que é escabiose?
Você já ouviu falar de andropausa?

Conheça as dez doenças mais comuns em idosos
 

Marque sua consulta