Problemas na tireoide: saiba quais são as causas, os sintomas e tratamentos

Tireoide é uma glândula com formato semelhante ao de uma pequena borboleta. Pesa entre 15 e 25 gramas e está situada no pescoço, logo abaixo do pomo-de-adão.

Responsável pela produção de, a tireoide é uma glândula que produz hormônios reguladores do organismo — chamados T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina)  que são essenciais para o funcionamento do organismo em todas as etapas de nossas vidas quaisquer distúrbios na tireoide podem comprometer a saúde cardíaca, ciclos menstruais, capacidade de concentração, musculatura, intestino e humor.

Quando a tireoide não está funcionando adequadamente pode liberar hormônios em excesso (hipertiroidismo) ou em quantidade insuficiente (hipotireoidismo).

Se há produção de hormônio em excesso acontece o hipertiroidismo. Nesse caso, tudo no nosso corpo começa a funcionar rápido demais: o coração dispara; o intestino solta; a pessoa fica agitada; fala demais; gesticula muito; dorme pouco, pois se sente com muita energia, mas também muito cansada.

Se a produção de hormônio é insuficiente provoca hipotireoidismo. Tudo começa a funcionar mais lentamente no corpo: o coração bate mais devagar, o intestino prende e o crescimento pode ficar comprometido. Ocorrem, também, diminuição da capacidade de memória; cansaço excessivo; dores musculares e articulares; sonolência; pele seca; ganho de peso; aumento nos níveis de colesterol no sangue; e até depressão.

Uma vez que o correto funcionamento da tireoide é essencial para uma série de funções de órgãos e tecidos do corpo, quando existe alguma anomalia na glândula, sintomas podem ser observados.

Sintomas do hipertireoidismo
alterações no ritmo cardíaco (arritmia, taquicardia ou palpitações);
insônia;
suor excessivo;
sensação de cansaço;
ansiedade;
irritabilidade;
fraqueza muscular;
menstruação irregular (por vezes muito curta ou com pouco fluxo);
diarreia;
aumento do apetite;
queda de cabelo;
tremores nas mãos;
perda de peso;
pele quente e intolerância ao calor;
dificuldade de raciocínio e concentração;
aumento visível da glândula (bócio) ou presença de nódulos na região;
agitação e hiperatividade;
olhos inchados ou saltados;
unhas quebradiças.
Sintomas do hipotireoidismo

Sintomas do hipotireoidismo
pele ressecada;
sonolência;
dores nas articulações;
sensação de frio;
lentidão na fala;
prisão de ventre;
ressecamento ou queda de cabelo;
menstruação irregular;
inchaço facial;
pálpebras caídas;
aumento de peso;
retenção de líquido;
depressão;
palidez;
batimentos cardíacos mais lentos;
fadiga;
falhas de memória;
mãos e pés frios;

Hábitos que podem prejudicar o funcionamento da tireoide
As causas de problemas na tireoide, geralmente, são de ordem congênita, resultado de medicamentos ou transtornos autoimunes. No entanto, certos (maus) hábitos podem prejudicar a produção equilibrada de hormônios pela glândula. Descubra quais são esses vilões:

sedentarismo;
estresse
dormir pouco
baixa ingestão de iodo;
alta quantidade de soja na dieta;
abuso de bebidas alcoólicas e refrigerante;
tabagismo;
baixa ingestão de gorduras saudáveis;
dieta rica em carboidratos (massas, bolachas, arroz branco, doces…) e açúcar, propriamente dito;
consumo frequente de margarina e outros óleos vegetais refinados.

Sintomas e Tratamento
Ao notar sintomas, um médico deve ser procurado para investigar a presença de alguma disfunção da tireoide. A principal forma de diagnóstico é o exame de sangue para dosagem de TSH, que avaliará o nível do hormônio e detectar variações. Com base nos dados resultantes da análise, o médico indicará o melhor tratamento.

Marque sua consulta