Junho Violeta – Conscientização sobre o Ceratocone

Junho Violeta é o mês de conscientização sobre o Ceratocone. É uma doença progressiva que pode atingir ambos os olhos e é caracterizada pela alteração no formato da córnea, assumindo o formato de um cone nos estágios mais avançados.

O Ceratocone costuma surgir na infância, na adolescência ou no princípio da vida adulta. É importante ressaltar que a coceira nos olhos com frequência, por questões alérgicas ou até de ressecamento dos olhos ao ar ou das luzes, pode gerar a deformidade na córnea, aumentando os riscos de surgimento ou até agravamento da doença.

Alguns sintomas são: visão dupla, coceira, dor de cabeça, visão embaçada e imagens “fantasmas”. Embora os sinais sejam muito semelhantes aos de outros problemas que acometem os olhos, a piora na visão tende a ser mais rápida.

O diagnóstico é feito através de um exame biomicroscópico com lâmpada de fenda, com atenção para localização do afinamento da córnea, estrias de vogt (linhas de tensão verticais na córnea posterior) e anel de fleischer (depósitos epiteliais de ferro na base do cone).

A prevenção e o diagnóstico precoce são essenciais. O tratamento no início é mais simples e pode impedir a progressão a estágios mais graves da doença.

Caso possua algum dos sintomas, procure um médico oftalmologista especialista. Agende uma consulta.

Marque sua consulta