Entenda o que é Osteoporose, suas causas e como se prevenir

A osteoporose é uma doença caracterizada pela diminuição da massa óssea, o que faz com que os ossos fiquem mais frágeis, aumentando o risco de fratura. Os locais mais afetados por essa doença são a coluna, o pulso e o colo do fêmur, sendo este último o mais perigoso.

Ela acomete ambos os sexos, porém, afeta principalmente as mulheres que estão na fase pós-menopausa, fazendo com que um em cada três pacientes sejam do sexo feminino.

É uma doença silenciosa, não sendo normalmente notados sintomas e o diagnóstico é feito, na maioria das vezes, após a ocorrência de fraturas, por exemplo. É considerada o segundo maior problema de saúde mundial, ficando atrás apenas das doenças cardiovasculares.

A osteoporose é muito associada ao envelhecimento, uma vez que com o passar dos anos o organismo perde progressivamente a sua capacidade em metabolizar e absorver o cálcio, por exemplo. No entanto, alguns hábitos de vida também podem influenciar na ocorrência da osteoporose, como o sedentarismo, má-alimentação e o consumo de bebidas alcoólicas.

Principais causas
• Disfunção da tireoide;
• Doenças autoimunes;
• Deficiência de cálcio;
• Sedentarismo;
• Alimentação pobre nutricionalmente;
• Tabagismo;
• Alcoolismo;
• Deficiência de vitamina D.

Essas situações fazem com que o organismo não funcione da maneira adequada, havendo um desequilíbrio entre a formação e a destruição óssea, tornando os ossos frágeis e com maior probabilidade de fraturas.

Os principais fatores de risco de desenvolvimento dessa doença são:
• Pele branca;
• Histórico familiar de osteoporose;
• Vida sedentária;
• Baixa ingestão de Cálcio e /ou vitamina D;
• Fumo ou bebida em excesso;
• Medicamentos, como anticonvulsivantes, hormônio tireoidiano, glocorticoides e heparina;
• Doenças de base, como artrite reumatoide, diabetes, leucemia, linfoma;
• Baixo peso corporal.

Prevenção
A prevenção da osteoporose deve ser feita durante toda a vida por meio da adoção de hábitos saudáveis, como por exemplo:

  • Praticar exercícios físicos de forma regular como caminhar, dançar, fazer hidroginástica ou pilates;
    • Expor-se diariamente ao sol, por pelo menos 15 minutos, para estimular a produção de vitamina D;
    • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e fumar;
    • Consumir a quantidade de cálcio recomendada por dia, cerca 1200 UI.

Além disso, é importante diminuir o risco de fraturas por meio da retirada de mobílias e tapetes desnecessários da casa.

O principal exame para rastreamento e diagnóstico da osteoporose é a densitometria óssea, um exame que avalia a densidade dos ossos e músculos do corpo, podendo identificar quando os ossos estão muito finos ou então quando a perda ainda está se iniciando.

O Hospital São Matheus conta com ortopedistas realizando atendimentos (particulares e convênios) no centro médico. Agende sua consulta. 2156-5480.

Marque sua consulta